Criado em 07 Agosto 2017

Uma noite de autógrafos enriquecida pela presença da neta de Inocêncio Serzedello Corrêa (1858-1932), a bailarina Gisele Serzedello Corrêa Santoro, que reuniu também os presidentes do Tribunal de Contas da União (TCU) e do Instituto Rui Barbosa (IRB), respectivamente ministro Raimundo Carreiro e conselheiro Sebastião Helvécio, bem como ministros, conselheiros, autoridades e personalidades, marcou o lançamento do livro editado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PA), de autoria da escritora Amarílis Tupiassú, na capital federal.

Cerca de uma centena de convidados prestigiou a noite de autógrafos realizada no instituto que leva o nome do homenageado, no dia 03, quando foi ressaltada a importância de Serzedello para a efetivação do sistema de controle externo brasileiro, a partir da instalação do TCU, em 1893, quando o paraense chefiava a pasta da Fazenda, no governo do marechal Floriano Peixoto (1891-1894). Todavia, o ponto alto do lançamento, foi o pronunciamento de Gisele Santoro.

Um resumo da trajetória do militar, educador, político e escritor foi destacado nos discursos da presidente do TCE-PA, conselheira Lourdes Lima, do ministro Raimundo Carreiro e do conselheiro Sebastião Helvécio. A autora da obra, Amarílis Tupiassú, também fez um breve resumo da sua pesquisa, quando ressaltou a sua grata surpresa ao descobrir a imensidão do vulto intelectual e moral de Serzedello.

Já a neta de Serzedello, Gisele Santoro, disse que, infelizmente, não conhecera o avô, mas ouvia muito as histórias sobre ele que lhe eram contadas por seu pai, filho do estadista paraense. “Meu avô era o ídolo da nossa família. Quer pela sua inteligência, quer por seus valores morais e espírito público, sua vida e trajetória sempre nos guiaram no sentido da honestidade moral, noções de cidadania, direitos e deveres”, ressaltou. Sirelis S. Corrêa, viúva do neto de Serzedello, Cesar Augusto, também esteve no lançamento.

Para a presidente do TCE-PA, a vida de Serzedello é motivo de inspiração para jovens e adultos. “É uma honra muito grande para todos nós o legado e origem de Serzedello Corrêa. Este livro celebra os 70 anos de instalação do TCE-PA, mas também é uma forma de resgatar a trajetória desse grande brasileiro, bem como possibilitar às novas gerações conhecer este exemplo de homem público e patriota”, afirmou.

Conselheiros de vários tribunais brasileiros estiveram da noite de autógrafos. Os ministros do TCU Augusto Nardes e Walton Alencar, e o ministro substituto Marcos Benquerer Costa, também participaram do lançamento. Nardes foi o indutor da ideia, ao lado de Sebastião Helvécio. O embaixador Adalnio Senna Ganen, atual cônsul brasileiro em Miami, também prestigiou o lançamento.

Conselheiros prestigiam

Os conselheiros Odilon Teixeira, Cipriano Sabino, Luis Cunha e Rosa Egídia; a conselheira substituta Milene Cunha e o procurador geral do Ministério Público de Contas do Estado (MPCE), Felipe Rosa Cruz, também foram à Brasília prestigiar o lançamento. Chefe de gabinete da Presidência, Josué Maestri Jr., acompanhou a conselheira Lourdes Lima. Os secretários do TCE-PA Ana Paula Maciel (Secex) e Carlos Gomes (Setin), que estavam na capital federal participando de eventos, também estiveram na noite de autógrafos.

 

 

Ouvidoria

Tv. Quintino Bocaiúva, 1585. Nazaré. Belém - PA. 66035-903.
Fone: (91) 3210-0803 / 0800
Atendimento: 8:00h - 14:00h
Sessões Plenárias Ao Vivo
Sessões Ordinárias todas as 3ª e 5ª feiras, às 9:00h com transmissão ao vivo pela Internet.

Tv. Quintino Bocaiúva, 1585.
Nazaré. Belém - PA. 
66035-903.
Tv. Luiz Barbosa, 962.
Caranazal. Santarém - PA. 
68041-420.
Av. VP 8, Folha 32, Quadra 17
Lote 11, Nova Marabá. Marabá - PA. 
68508-160.
(91) 3210-0555 (93) 3522-1718 / (93) 3522-9794 (94) 3323-0799

Atendimento ao Público de 8:00h às 14:00h
Atendimento no Protocolo de 8:00h às 18:00h (de segunda à quinta-feira) e de 8:00h às 16:00h (sexta-feira)