Documentos Históricos

delimitador

 Os documentos históricos da Coleção Serzedello Corrêa, compõem-se de mais de 30 documentos manuscritos originais e cópias autenticadas, produzidos no período compreendido entre 1858 a 1932.
 CertidaoBatismo SC

CERTIDÃO DE BATISMO (1858)

Certidão de Batismo [2ª via] expedida em 14 de outubro de 1982, pelo Conego Alberto Ramos, da Arquidiocese de Belém do Pará, certificando que das fls.07 do livro nº 06 de Assentamento de Batismo, foi ofertado na Igreja de Nossa Senhora Sant’Anna, aos 06 de agosto de [1857], o inocente INNOCÊNCIO, filho legitimo de Ambrosio Pinheiro Corrêa e D. Carolina Ferreira Serzedello Corrêa.

 
 Testamento SC

TESTAMENTO (1904)

Testamento de Innocêncio Serzedello Corrêa, ainda solteiro, feito de próprio punho em 03 de janeiro de 1904.

 
 CertidaoCasamento SC

CERTIDÃO DE CASAMENTO (1906)

Certidão de Casamento expedida em 17 de novembro de 1906, pelo Conego Agostinho Francisco Bennassi, Freguesia de São Francisco do Engenho Velho, certificando o matrimonio do Coronel Doutor Innocêncio Serzedello Corrêa e Armandina Eulina Savart de Saint Brisson, registrado no livro 14, fls. 57.

 
 CertidaoObito SC

CERTIDÃO DE OBITO (1932)

Certidão de Óbito, expedida em 18 de julho de 1938, pelo Dr. Marcelino Rodrigues Machado, Serventurio Vitalício do 1º ofício de Escrivão da Quinta Pretoria Cível e Oficial de Registro Civil da Frequesia do Engenho Velho, certificando o óbito do General Dr. Innocêncio Serzedello Corrêa ocorrido em 05 de junho de 1932, registrado sob nº 6126, as fls. 192, do livro 161, tendo o enterramento ocorrido no Cemitério de São Francisco Xavier.

 

 


ICONOGRÁFICOS
Fotografias
Foto_01
BENJAMIN Constant [Fotografia]. Rio de Janeiro: Casa Imperial Pacheco & Filho, 1891. Manuscrito no verso com dedicatória a Innocêncio Serzedello Corrêa, assinada por Maria Joaquina Botelho Magalhães, viúva de Benjamim Constant, 22 fev. 1891.
 
 Foto_02
PARANHOS, J.M. Fotografia do Barão do Rio Branco [Fotografia]. In: Jornal do Rio, Rio de Janeiro, 13 mar. 1904.
 
 Foto_03
SERZEDELLO Correa [Fotografia]. In: Diário Ilustrado, Lisboa, 06 jul. 1907.
 
 Foto_04
PREFEITO do Rio de Janeiro Serzedello Corrêa na inauguração do Instituto Profissional Feminino voltado a oferecer trabalho a mulheres pobres [Fotografia]. In: Jornal do Dia, 29 out.1910.
 
 Foto_05
Calçamento e ajardinamento do Boulevard de Vila Isabel, Rio de Janeiro [Fotografia]. In: Jornal ilustrado Fon-Fon, 1910.
 
 Foto_06
Aniversário de 61 anos de Serzedelo Corrêa [Fotografia]. In: Revista Ilustrada, Rio de Janeiro: A. Agostini, 28 jun. 1919.
 
 Foto_07
Innocêncio Serzedello Corrêa, fardado, sentado à sua mesa de trabalho.
 
Foto_08
Serzedello Corrêa com um grupo de personalidades, entre as quais, Lauro Sodré, em 1910.
 
 Foto_09
Innocêncio Serzedello Corrêa ladeado por um grupo de colegas de farda.
 
 Foto_10
Homenagem de seus compatriotas. Estado Gram–Pará 16 de junho de 1895
 
 Foto_11
Serzedello Corrêa.
 
 Foto_12
Serzedello Corrêa e esposa num grupo que assistia a uma corrida de ciclismo. Recorte de Jornal de 24 de março de 1910.
 
 Foto_13
Serzedello Corrêa em seu gabinete na prefeitura do Distrito Federal (1889 – 1910), hoje cidade do Rio de Janeiro, acompanhado de seu secretário, o engenheiro Pantoja Leite.
 
 Foto_15
Foto registrada no Palácio Monröe em 16 de junho de 1910 pelo transcurso do aniversário natalício de Serzedello Corrêa. Local que abrigou o Senado Federal entre 1925-1960.
 
 Foto_16
General Innocencio Serzedello Corrêa com farda de gala.
 
 Foto_17
Senhora Armandina Eulina Savart Saint – Brisson Serzedello Corrêa, viúva do General Innocencio Serzedello Corrêa, ao lado do ex-Senador Milton Trindade, na cidade do Rio de Janeiro, em visita de cortesia. A casa onde nasceu Serzedello Corrêa, pertencia à família Trindade desde 1928, e em 1950, o ex-senador passou a ser o proprietário.
(Endereço da residência: Travessa Padre Eutíquio, 417).
 
 Foto_18
Inauguração do prédio sede do TCE-PA, em outubro de 1973, denominado “Palácio Serzedello Corrêa”, durante o VII Congresso dos Tribunais de Contas do Brasil. O evento ocorreu entre os dias 08 a 12 do referido mês.
 
 Foto_19
Busto de Innocêncio Serzedello Corrêa, de autoria da escultora paraense Julieta de França (datado de 1900). Confeccionado em bronze e doado ao Tribunal de Contas do Estado pelo seu filho Armando Serzedello Corrêa, em 16 de junho de 1982, em comemoração ao aniversário de 114 anos de Serzedello Corrêa. Junto ao busto da esquerda para direita: os conselheiros Sebastião de Santana, Clóvis Silva de Moraes Rêgo, José Maria de Azevedo Barbosa, os senhores Armando Serzedello Corrêa, Eurico Serzedello Machado e os conselheiros, Elias Naif Daibes Hamouche (presidente à época) e Emílio Martins.
 
 Foto_20
Jazido da família Serzedello Corrêa, no Cemitério São Francisco Xavier, no Rio de Janeiro.
 
 Foto_21
Bilhete de Marechal Deodoro da Fonseca – Ministro da Guerra para Serzedello Corrêa – Ministro da Fazenda à época, em 5 de julho de 1892.
 
Desenho
 
 Desenho_01
SERZEDELLO Corrêa. In: Jornal La Prensa, de 24 out. 1900.
 
Charges
 
 Charge_01
BRAGA, Dias. Charges com críticas varias e menção ao Ministro da Fazenda Serzedello Corrêa.In: Revista O Mequetrefe, Rio de Janeiro: J. J. Corrêa, 1892.
 
 Charge_02
BRAGA, Dias. Charges sobre maior liberdade ao câmbio, concedida pelo Ministro da Fazenda Serzedello Corrêa. In: Revista O Mequetrefe, Rio de Janeiro: J. J. Corrêa, 1892.